Erro
  • Erro ao carregar componente: com_imageshow, 1

QUE MEDO É ESSE? // Robson Merola de Campos - Advogado

Durante o recrudescimento dos atos de terrorismo e guerrilha urbana na Esplanada dos Ministérios, o Presidente Michel Temer resolveu acionar as Forças Armadas para uma ação GLO (Garantia da Lei e da Ordem). O decreto presidencial teve dois efeitos praticamente imediatos: colocou para correr a esquerda criminosa (que começou a desocupar o teatro de operações antes mesmo da chegada da tropa) e uma generalizada campanha de repúdio protagonizada por conhecidas personalidades políticas (naturalmente da esquerda), tendo à sua testa, Renan Calheiros, que qualificou o decreto presidencial de “irresponsável”.
Ora, o pavor que os guerrilheiros/terroristas esquerdistas sentiram é exatamente o mesmo pavor que os políticos sentem das Forças Armadas. E o motivo é simples: com a tropa não se barganha. A tropa não aceita suborno. A tropa é treinada para defender o Brasil. A tropa é patriota. A tropa sabe que certo é certo e errado sempre será errado. A tropa recebe uma missão e a cumpre, porque missão dada é missão cumprida!
A esquerda, quer seja a radical ou a light, teme as Forças Armadas porque sabe que no momento em que elas entram em cena, caem os inimigos do Brasil. A esquerda, quer seja a radical ou a light, teme ser confrontada com a verdade e sabe que mentiu, mentiu muito nos últimos 30 anos. A esquerda conhece seus crimes contra o povo brasileiro e sabe que no exato momento em que a tropa ocupar as ruas acaba a baderna, a violência e a depredação. A esquerda teme a tropa porque fica apavorada com a possibilidade de prestar contas com a justiça e ainda acalenta a esperança de sair impune.
Finalmente, a esquerda teme a tropa porque sabe que o povo brasileiro encara a mesma tropa como o braço forte e a mão amiga que jamais o abandonou.

O TERNUMA agradece sua visita.
Ir para o topo
Desenvolvimento, Hospedagem e Manutenção por IBS Web.'.